A+ A-

Encontro Descentralizado Nordeste começa nesta sexta (3/8)

Image

Delegados/as e observadores/es debaterão propostas para o Encontro Nacional.

Neste final de semana, Fortaleza está recebendo o XXVII Encontro Descentralizado Nordeste do Conjunto CFESS CRESS. Realizado pelo Conselho Regional de Serviço Social 3ª Região/CE e pelo Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), o evento conta com a participação de pelo menos 100 pessoas entre delegados/as, convidados/as e observadores/as. O evento, que acontece no Ponta Mar Hotel, na Beira Mar, é preparatório para o Nacional que acontece em Porto Alegre (RS) em setembro.

Na manhã deste primeiro dia (3/8), foi o momento em que as Comissões de Orientação e Fiscalização Profissional (Cofi), de Inscrição e Comunicação se reuniram em fóruns simultâneos. O espaço é fundamental como escuta das demandas e avaliação das atividades que estão sendo realizadas neste âmbito pelos Conselhos do Nordeste.

A conselheira do Cress Ceará, Evânia Severiano, esteve presente no Fórum das Comissões das COFIs. “Este momento é fundamental para os Conselhos. É o espaço em que refletimos sobre o que foi planejado para o triênio na busca de identificar o que foi favorável, as dificuldades e, com isso, fazer o planejamento do ano redirecionando o necessário. Neste momento, fortalecemos o que estava frágil, no sentido de que a gente possa estar com as nossas pautas avançadas naquilo que nós nos propomos que é a resistência enquanto classe trabalhadora”, reforçou Evânia Severiano.

As pautas discutidas no Fórum das Comissões da COFI foram o sistema de controle de credenciamento e a socialização das ações de fiscalização de campos de estágio, sobre o instrumental da fiscalização e avaliação, e o debate acerca das demandas que chegam nas COFIs, suas ações e desafios com relação aos cursos ilegais de Serviço Social.
DSC_0942
Já no Fórum das Comissões de Comunicação, o debate foi mediado pelo jornalista assessor de comunicação da Defensoria Pública da União no Ceará (DPU), Daniel Fonsêca, que expôs uma análise sobre a conjuntura da Comunicação no Brasil. De forma transversal, refletiu sobre os meios de comunicação no país fortalecendo o debate sobre a democratização da comunicação, dos meios de produção e o controle social sobre estes meios.

No Fórum das Comissões de Inscrição, o Cress Pernambuco socializou as atividades do Grupo de Trabalho – GT Nacional sobre cursos ilegais, no âmbito do Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), onde é o Conselho representante do Nordeste. Além disso, os Conselhos trouxeram para o debate as Orientações Normativas que embasam o processo de análise do registro profissional.

Homenagens e Mesa de Conjuntura

Agora à tarde, a assistente social Régia Prado, conselheira do CFESS, e a assistente social Leiriane Araújo, conselheira presidenta do Cress Ceará, abriram o XXVII Encontro Descentralizado Nordeste do Conjunto CFESS CRESS. Para a conselheira Leiriane Araújo, “é muito gratificante receber um evento como este. É um momento em que a Nordeste discute suas pautas e suas deliberações envolvendo não somente as pautas dos Conselhos desta região, mas também as lutas nacionais. É também um espaço de monitoramento de todas as ações e deliberações no último ano do Conjunto e de troca de estratégias”.

Ainda como parte da mesa de abertura, o Cress Ceará entregou lembranças do Descentralizado de 2018 aos representantes dos Conselhos do Nordeste e do CFESS.
DSC_0890
Em seguida, os palestrantes Valério Arcary, sociólogo, historiador e professor titular aposentado do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), e Antônia Ivaneide, mais conhecida como Neném, integrante da Executiva Nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), debateram a temática do evento “Tenha fé no nosso povo que ele resiste, tenha fé no nosso povo que ele insiste: a conjuntura brasileira em tempos de resistência”.

Levando o mote da resistência como foco para a mesa, os/as convidados/as traçaram uma discussão conjunta partindo da conjuntura atual para as possibilidades de enfrentamento às contrarreformas e à retirada de direitos da população. “O caminho para a resistência nessa atual conjuntura parte da organização. Precisamos nos organizar, a classe trabalhadora como categoria, e buscarmos essa alternativa a partir da classe trabalhadora. O caminho da resistência não é para nós ficarmos onde já estamos. É sempre para a gente avançar mais. E a resistência não é um ato individual. A resistência é um ato coletivo. Ela, dentro do nosso campo da esquerda, é uma forma de a gente se aliar, se organizar, e buscar a alternativa. Tanto a resistência como organização, mobilização, como luta coletiva. É a luta como identidade de classe”, destacou Neném sobre as estratégias de enfrentamento para a classe trabalhadora.

O XXVII Encontro Descentralizado Nordeste do Conjunto CFESS CRESS continua até o próximo domingo (5/8). Durante todo o sábado (4/8), os/as delegados/as se dividirão nos eixos: Comissões de Orientação e Fiscalização Profissional (COFI), Administrativo-financeiro, Ética e Direitos Humanos, Seguridade, Formação Profissional e Relações Internacionais e Comunicação, e pensarão em propostas para o Encontro Nacional.

Texto: Amanda Nogueira / Foto: Cilene Santos

Compartilhe